AJA - Amigos dos Japoneses Antigos

Área pública => Geral => Tópico iniciado por: AJA Team em 13 de Maio de 2008, 23:40

Título: Escrever PORTUGUÊS correcto - Muito Importante
Enviado por: AJA Team em 13 de Maio de 2008, 23:40
* Este fórum (e toda a filosofia do Clube que o sustenta) baseia-se na preservação da originalidade e manutenção das características originais.

* No que toca à língua portuguesa, a nossa visão não é diferente: queremos escrever português “genuíno” e inteligível.

* Assim sendo, é imperativo que todos nós escrevamos bom português, sem erros ortográficos, sem abreviaturas, sem calão e sem estrangeirismos (quando for possível).

* O AJA pugna por ter um Fórum com elevados padrões de qualidade, com textos bem construídos e com conteúdo útil.

* Este Nosso/Vosso Fórum tem um número de visitas bastante elevado, abrangendo faixas etárias diversas, pelo que nem toda a gente está familiarizada com procedimentos de escrita e linguagem do tipo SMS.

* Para além disto, existem também os visitantes ou membros estrangeiros. Estes fazem-se valer de tradutores de Internet para lerem os tópicos e mesmo para responder. Quando queremos ver uma página em japonês e o tradutor não consegue fazer a tradução é frustrante e gera desinteresse. O mesmo se passa ao inverso. Escritas abreviadas ou calão, tornam impossível a tradução por parte dos tradutores de Internet, e como resultado disso, estes utilizadores ficam sem conseguir ler.

* Erros ortográficos involuntários são "desculpáveis" porque sabemos que Portugal não é um país onde se tenha investido muito em formação, apenas pedimos algum cuidado durante a escrita e em caso se dúvida que se utilize um corrector tipo Word.


Dois exemplos:

O Ed é americano e cego em 80%. Usa filtros de monitor enormes para conseguir ler aquilo que consegue traduzir pelos tradutores e assim acompanhar diariamente o AJA. Uma lição de vida.

O Shane, Irlandês, é um dos membros activos do Fórum. Insere anúncios nos classificados segundo as nossas regras de "Vendo, Informo, Compro" e participa activamente em muitos tópicos mesmo em questões técnicas. Faz uso dos tradutores e só perde o "fio à meada" quando usamos calão, erros ortográficos, escrita abreviada e falta de pontuação.