Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - Jersey

Páginas: [1]
1
Por favor, assine... ligue a Ilha da Madeira ao Continente Português!

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=P2013N34200

Todos nós agradecemos,

2
Desfile Auto Funchal Auto Parade (16 Junho de 2012)


No dia 16 de Junho de 2012 irá realizar-se na Cidade do Funchal, uma parada que consistirá num desfile de veículos clássicos, evento organizado pela Câmara Municipal do Funchal e o Clube Carocha da Madeira com a colaboração do Clube de Automóveis Clássicos da Madeira e Associações Mono-marcas.


O início do evento está previsto para as 16:30, saindo da Praça da Autonomia em direcção à Rotunda Sá Carneiro, os veículos ficarão em exposição até às 19:00 na Avenida Sá Carneiro e a Praça do Mar. Prevê-se a participação de 248 automóveis e motos clássicas.


3
Eventos de outros clubes / AJUDA - Motor ISUZU (Opel Corsa 1.5D)
« em: 26 de Agosto de 2011, 11:29 »
O meu "Daily Driver" é um Opel Corsa 1.5D e claro está, com motor japonês (ISUZU)!
A um ano atrás, mandei recuperar/restaurar o motor! Foi tudo revisto, desde bloco, segmentos, pistões, etc.

Só que depois disso, fiquei com dois "problemas":
1. O motor ficou mais barulhento, até parece uma máquina de costura! Quero eu dizer, o barulho do motor ficou com um som mais agudo, isto é normal? Se não, o que posso fazer?
2. No depósito de água, que faz o apoio para o radiador, apesar de já ter mudado a tampa do mesmo continua a derramar, através da tampa, o anti-congelante (ver imagem). Como resolvo isto?


Agradeço a todos a vossa ajuda/ orientação

4
Apresentação dos membros / Jersey, a apresentação Oficial!
« em: 09 de Junho de 2011, 21:48 »
Meus Senhores,

O meu nome é Roberto Henriques, sou residente na Ilha da Madeira e há relativamente , seis meses atrás, tomei conhecimento da existência do AJA, por intermédio do Sr.Salomão Faria (Janpas). Isto tudo se proporcionou, porque o meu Pai, Emanuel Henriques, é proprietário de um Toyota Celica ST 1974!

Por achar pertinente, irei contar, em breves palavras, a história deste veículo, que acaba por ser a história da minha família!
Meus Pais foram emigrantes, durante alguns anos, nas Ilhas do Canal pertencentes ao Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte. Decorria o ano de 1974, e vivendo na Ilha de Jersey, minha Mãe dá à luz ao seu primogénito (eu, Roberto) na maternidade da cidade de St.Helier. Na altura, o meu Pai era proprietário de um Mini velhinho, que comprara em segunda mão por £200. Por achar, que este, não iria ter condições de albergar, devidamente, o jovem rebento, toma a iniciativa de se desfazer do Mini e comprar em primeira mão um Toyota Celica ST de cor vermelha.

E foi aqui que tudo começou! Exactamente, o Celica é de direcção à direita, contudo isso não inibiu os meus Pais de realizarem a viagem comigo em bebé desde: Jersey passando por França; Espanha; Portugal Continental até à Ilha da Madeira. Uma loucura, diz minha Mãe, se fosse agora, nem pensar (são sentimentos de outra idade)!!! Sobre esta viagem, contam os meus Pais, que por vezes quando paravam para fazer uma pausa ou perguntar indicações, as pessoas ficavam admiradas com o Celica  :dance: pois é, diziam que parecia um avião!

Meus Pais e eu, acabamos por regressar definitivamente à Ilha da Madeira, e claro, o Toyota Celica ST também! Aqui na Madeira, meu Pai era conhecido pelos óculos verdes que usava e pelo Celica do GBJ(Reino Unido) que ostentava! Diz o meu Pai, que este foi o primeiro Toyota Celica aqui na Ilha! E foi assim, o Celica era o carro de família, era nele que íamos desde: realizar as comprar ao supermercado, à praia, no passeio de Domingo, foram tantas as vezes que este carro me levou à escola, foi com este carro que fiz a minha primeira comunhão, enfim.. este carro faz parte da família Henriques!

É a jóia da família, foi e será sempre a menina dos olhos do meu Pai! Ao contrário de muitos, o meu Pai sempre preservou a originalidade do Celica, para ele o carro já era suficientemente espectacular, não necessitava de jantes xpto nem de auto-rádios de última geração, na altura não compreendi tal atitude, mas confesso agora que ele estava certo. Como é óbvio, isto permitiu facilmente que o Toyota Celica ST entrasse no Clube dos Carros Clássicos da Madeira.

Em suma, sinto-me um felizardo, pois nasci e cresci ao som do Toyota Celica ST . Temos os dois, eu e o Jersey, a mesma idade e isso é um motivo de orgulho (palavras do meu Daddy - Pai), só espero envelhecer calmamente ao seu lado. I Love My Daddy's Car!!!

Resta-me justificar, o motivo que me leva a aderir ao AJA, pois bem, estou interessado em transmitir a dedicação que o meu Pai teve e tem por este Toyota Celica, que facilmente me transmitiu, e que irei transmitir aos simpatizantes da marca/modelo. Também é justo dizer que necessito orientações para melhor reparar e conservar o meu Jersey.
Agradeço as vossas boas vindas, atenciosamente


Páginas: [1]