Autor Tópico: DATSUN - Z (S30) 1970-?  (Lida 22469 vezes)

RedAlfa

  • Visitante
DATSUN - Z (S30) 1970-?
« em: 07 de Setembro de 2003, 22:39 »


Engine
SOHC Inline-6

Displacement
2393 CC

Compression Ratio
9.0:1

Fuel System
Hitachi Twin Side-Draft Carburetors

Horsepower (SAE)
150 BHP @6,000 RPM

Torque
148 FT-Lbs @4,400 RPM

Curb Weight
2355 Lbs

Length
162.8 IN

Wheelbase
90.7 IN

0-60 MPH
7.8 Sec






Engine
SOHC Inline-6

Displacement
2565 CC

Compression Ratio
8.8:1

Fuel System
Hitachi Twin Side-Draft Carburetors

Horsepower (SAE)
139 BHP @5,000 RPM

Torque
137 FT-Lbs @4,400 RPM

Curb Weight
2,605 Lbs

Length
164.1 IN
(2+2)
174.2 IN

Wheelbase
90.7 IN
(2+2)
102.6 IN

0-60 MPH
10.0 Sec






Engine
SOHC Inline-6

Displacement
2754 CC

Compression Ratio
8.8:1

Fuel System
Multi-Point Electronic Fuel Injection

Horsepower (SAE)
149 BHP @5,600 RPM

Torque
163 FT-Lbs @4,400 RPM

Curb Weight
2875 Lbs

Length
173.2 IN
(2+2)
185.4 IN

Wheelbase
90.7 IN
(2+2)
102.6 IN

0-60 MPH
9.4 Sec







Engine
SOHC Inline-6

Displacement
2753 CC

Compression Ratio
8.3:1  
(turbo)
7.4:1

Fuel System
Multi-Point Electronic Fuel Injection

Horsepower (SAE)
135 BHP @5,200 RPM
(turbo)
180 BHP @5,600 RPM

Torque
144 FT-Lbs @4,400 RPM
(turbo)
203 FT-Lbs @2,800 RPM

Curb Weight
2,825 Lbs

Length
174.0 IN
(2+2)
181.9 IN

Wheelbase
91.3 IN
(2+2)
99.2 IN

0-60 MPH
9.2 Sec
(turbo)
6.8 Sec

Edited by: Umtali at: 7/10/07 17:53

RedAlfa

  • Visitante
Re: Datsun Z series - FOTOS
« Responder #1 em: 10 de Julho de 2003, 16:39 »
Algumas Fotos...

240Z


















240Z Rally Car











OPSSSS.........







260Z












280Z









280ZX






Offline MRS

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 752
  • Liked: 0
  • http://rodasquadradas.blogspot.com
    • Ver Perfil
Shektar Mehta
« Responder #2 em: 06 de Outubro de 2003, 23:53 »
Para quem não conhece,aquele despenteado com cara de jovem dá pelo nome de Shektar Mehta e era simplesmente adorado pelos japoneses da Nismo.Conseguiu destruir aquele Z mas sem uma arranhadela.Hoje pesa bastante mais,move-se com dificuldade devido a doença,mas continua a ser um personagem importante na Comissão de Ralis da FIA.È uma cara habitual em todos os livros sobre a Nissan e os Ralis, já que deu umas vitorias importantes à marca.
MRS


Offline MRS

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 752
  • Liked: 0
  • http://rodasquadradas.blogspot.com
    • Ver Perfil
Nem sempre o que parece é!
« Responder #3 em: 07 de Outubro de 2003, 18:52 »
Se repararem bem esta foto é do rali de Marrocos prova que a fábrica nunca fez oficialmente.Esta era uma participação semi-privada do Mehta com o Geraint Phillips com pendura(Se bem me lembro! ) e patrocinios da Esso e STP.Aliás o carro ostenta o nome da Old Voking Service Station ,concessionário Inglês onde a fabrica depositava os carros e o material e dava assistência nestas provas semi oficiais.O Geraint Phillips era o jornalista de ralis do Motoring News que assinava sob o pseudonimo de Verglas e que conheci pessoalmente já que era visita habitual no Tap.O Mehta fez muitas provas como semi privado com carros de fábrica mas a expensas suas.Veio ao Tap com um Violet 710 a pagar e em 1976 fez o Marrocos com o mesmo Violet que partiu o charriot traseiro que era se serie sem nenhum reforço.Uma partida à Nissan.Nesse rali entrei com o José Mégre em 280Z e acabamos por desistir na ultima etapa quando eramos os melhores privados.Se não me engano ganhou o Jean Pierre Nicolas em Peugeot 504 e a lista de inscritos era impressionante.Naquele tempo eram rallies a sério com troços de 800KM. MRS


Agildo

  • Visitante
Datsun 240Z e seus sucessores
« Responder #4 em: 18 de Outubro de 2003, 19:37 »
Olá Pessoal
Aqui vai um artigo sobre o Datsun 240Z de um site brasileiro

"Datsun 240Z

Em 1912 Masujiro Hashimoto fundou no Japão a Kwaishinsha Motor Car Company, para produzir o automóvel DAT -- sigla obtida pelas iniciais dos sobrenomes de homens de sua família, Kenjoro Den, Rokuro Aoyama e Meitaro Takeuchi. Em 1930 o nome passava a Datson e logo Datsun. Mais três anos e a empresa passava a se chamar Nissan Motor Company Ltd., com os carros permanecendo Datsun.

A empresa ingressou em competições em 1958, vencendo o Around Australia Mobilgas Trial. Dois anos depois chegava ao mercado norte-americano, optando pelo nome Datsun pelo temor de que um nome japonês (Nissan) fosse mal recebido, 15 anos após a Segunda Guerra Mundial. Pouco depois nascia a idéia de um carro esporte acessível e de alto desempenho, projeto identificado como Z porque as letras anteriores já haviam sido utilizadas. Além disso, o caractere em japonês que lembra esta letra significa mugen -- ilimitado, infinito no idioma local.
Enquanto o alemão Albrecht Goertz (que desenhou o BMW 507; saiba mais) projetava a carroceria, engenheiros japoneses criavam o motor de seis cilindros em linha, o câmbio de cinco marchas e as suspensões independentes. Em outubro de 1969 começava no Japão a produção do Nissan Fairlady Z -- nos EUA seria Datsun 240Z --, um esportivo pensado para o estilo e as preferências de compradores ocidentais.

Era um cupê de dois lugares, motor dianteiro de 6 cilindros em linha e tração traseira, linhas simples e esportivas. Como o nome sugeria, o motor tinha 2,4 litros, com comando de válvulas no cabeçote, dois carburadores SU, 151 cv brutos de potência e 20 m.kgf de torque. Com pouco mais de uma tonelada, acelerava de 0 a 100 km/h em menos de 8 s e alcançava 200 km/h. Acabamento, qualidade de construção e um comportamento dinâmico neutro e seguro -- graças à suspensão independente McPherson nas quatro rodas -- eram pontos altos.

O preço inicial nos Estados Unidos era de US$ 3.526, mas a aceitação foi tão positiva que, um ano depois, o valor médio de um modelo 1969 usado atingia US$ 4.000. Ainda em 1970, Bob Sharp (apenas homônimo de nosso colaborador) e Pete Brock levavam o 240Z às pistas, em um competição da SCCA. O piloto John Morton vencia o campeonato nacional de Produção C, título que repetiria em 1971. Sharp faria o Z tetracampeão ao conseguir o mesmo nos dois anos seguintes.

Em 1974 o esportivo começava a crescer com a chegada do 260Z, de 2,6 litros e 2+2 lugares. O 240Z havia atingido a marca de 116.712 unidades vendidas em quatro anos. O novo modelo trazia banco traseiro rebatível mas, por causa de novas normas de emissões, a potência diminuía para 139 cv. Mesmo assim foi um sucesso: em apenas um ano de mercado nos EUA, vendeu 63.963 unidades.

O controle da poluição no país levava a Nissan a um novo aumento de cilindrada em 1975, para 2,8 litros, e ao emprego de injeção eletrônica Bosch L-Jetronic, como forma de resgatar a potência original -- ou quase, 149 cv. O carro era agora o 280Z. Nas pistas, Sharp era campeão na categoria IMSA GTU (Grand Touring Under 2.5, ou abaixo de 2,5 litros) e tricampeão na SCCA Produção C. Dois anos depois o 280Z recebia câmbio de cinco marchas com overdrive (saiba mais) e motor de 170 cv. O mercado respondeu bem: com 67.331 unidades vendidas, 1977 foi o melhor ano para o carro até então.

A versão limitada Black Pearl Edition, o único Z disponível em preto até então, finalizava a primeira geração. A segunda nascia em 1979 como 280ZX e ganhava em conforto e sofisticação, para atender ao gosto norte-americano. O motor 6-em-linha de 2,8 litros, com injeção Bosch, rendia 140 cv e 20,6 m.kgf de torque, levando-o a 190 km/h. Havia também um 2-litros para o mercado japonês. Eleito Carro Importado do Ano pela revista Motor Trend, obteve as melhores vendas da história do Z: 86.007 exemplares.
Sucesso nas ruas, sucesso nas pistas: nesse ano a Nissan obtinha o décimo campeonato consecutivo na SCCA Produção C e mais um título na IMSA GTU. Para comemorar o êxito, a série 280ZXR, limitada a 1.000 unidades, era lançada para o público.

Nos anos seguintes o 280ZX ganhou teto targa (com parte removível) como opção, em 1980, e motor com turbocompressor, no ano seguinte. As vendas já haviam superado 500.000 unidades nos EUA e, em 1982, o carro conquistava seu primeiro título na categoria IMSA GTO -- de Over 2.5, acima de 2,5 litros.

No cinqüentenário da Nissan, em 1984, surgia a terceira geração do carro Z: o 300ZX, maior, mais luxuoso e potente, afastando-se ainda mais do conceito original de 1969. O motor V6 de três litros desenvolvia 160 cv, com aspiração natural, e 200 cv com turbo. Com ótimo coeficiente aerodinâmico, 0,31, chegava a 220 km/h. A suspensão traseira era de braço semi-arrastado e havia painel digital.

As vendas atingiam 73.652 unidades e era lançada a série limitada 50th Anniversary Edition em alusão à marca fundada em 1934. O 280ZX permanecia vitorioso nas pistas: 10 recordes na série Trans-Am da SCCA em 1985, com Paul Newman ao volante; outro título na SCCA GT-1, com o mesmo piloto em 1986; e um tricampeonato na GT-1 em 1988 pilotado por Scott Sharp, filho do legendário Bob que vencia com o Datsun.

No final da década de 80, a preferência norte-americana por minivans, picapes e utilitários-esporte e o progressivo abandono dos esportivos -- em parte devido aos custos elevados de seguro -- levaram a Nissan a subir novos degraus com o Z de quarta geração, alcançando um padrão de luxo e desempenho que em nada lembrava o pioneiro 240Z.

O novo 300ZX Twin Turbo, com dois turbocompressores no motor V6 de três litros e 24 válvulas, atingia 280 cv a 6.400 rpm de potência e 39,6 m.kgf a 3.600 rpm de torque, suficientes para acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 6 s e chegar ao limite eletrônico de 250 km/h. Rivalizava com o Ferrari 328 GTB e tinha trunfos como uma cabine confortável e moderna, estilo muito atraente e sistema de direção também nas rodas traseiras.

Uma versão menos potente, com um V6 aspirado de 230 cv e 27,8 m.kgf, que chegava a 235 km/h, e opções de teto targa e conversível também foram oferecidas, esta última a partir de 1992. Outra revista norte-americana, Car and Driver, manteria o 300ZX por seis anos consecutivos, até 1995, entre seus Ten Best Cars (dez melhores carros). Uma versão de competição venceu em 1994 as provas 24 Horas de Daytona e 12 Horas de Sebring, nos EUA, e ganhou na categoria GTS a mítica 24 Horas de Le Mans, na França

Em 1996, combalido pelo declínio dos esportivos nos Estados Unidos, o 300ZX deixava de ser vendido no país, embora permanecendo em outros mercados. No ano seguinte a Nissan começava estudos de um novo Z para o terceiro milênio, mais próximo do conceito do 240Z original. Ele resultaria em dois carros-conceito, apresentados no Salão de Detroit de 1999".

Um Abraço:[drive]



Offline oparidae

  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 270
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Fotos de um Datsun 260z k ando a namorar
« Responder #5 em: 19 de Outubro de 2003, 17:30 »
:[augen]















:[fixe]


Offline CelicaGTI

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 1381
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Datsun Z series
« Responder #6 em: 30 de Novembro de 2003, 19:32 »

Datsun 240 Z 1970



2393 cm³
OHC
Carburador SU
110 kW (150 cv) às 6.000rpm - 198 Nm 4400rpm
4130x1630x1280 mm
1045 kg
Velocidade Máxima - 205 km/h
8,0sec dos 0 aos 100




Comentários : Estou desejoso que a Chekia entre em pleno na
UE, pelos vistos há lá grandes tesouros escondidos.




Edited by: CelicaGTI  at: 30/11/03 19:40

Offline CelicaGTI

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 1381
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Datsun Z series
« Responder #7 em: 30 de Novembro de 2003, 20:28 »

Datsun 260 Z, Japonsko 1977



2565 cm³
OHC
Carburador SU
93 kW (126 cv) às 5000rpm - 193 Nm às 3500rpm
4115x1630x1285 mm
1160 kg
Velocidade Máxima 205 km/h
10,7 s dos 0 aos 100



Comentários: Estes Checos tem muito bom gosto.




Edited by: CelicaGTI  at: 30/11/03 19:41

Offline nunoturbo

  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 9007
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Datsun Z series
« Responder #8 em: 18 de Dezembro de 2003, 18:28 »


1969 DATSUN 240 Z  
 
MOTORIZAÇÃO
Motor: 2.4, 6 cilindros em linha, 12 válvulas (2 por cilindro), dois carburadores, gasolina
Cilindrada: 2.393 cm³
Potência: 161 cv a 5.600 rpm
Potência Específica: 67,1 cv/litro
Torque: 20,2 kgfm a 4.400 rpm

CARROCERIA

Comprimento: 4.140 mm
Peso: 1.025 kg
Largura: 1.626 mm
Porta-Malas: Não disponível
Altura: 1.283 mm
Tração: Traseira
Freios: Discos sólidos na dianteira e tambor na traseira Câmbio: Manual de 5 marchas
DESEMPENHO
Velocidade Máxima: 201 km/h
Aceleração: 8,3 segundos

 

The older I get, the faster I was...

Edited by: nunoturbo at: 18/12/03 11:29
Membro do AJA desde 2003
Sócio Fundador n.º3

Offline oparidae

  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 270
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
participação no bruce almighty
« Responder #9 em: 11 de Maio de 2004, 02:04 »
participação no bruce almighty de um belo exemplar de um datsun 240z (posteriormente danificado no filme)

um pequeno 'catch'





Nuno toyotista

  • Visitante
Re: Datsun Z series
« Responder #10 em: 29 de Setembro de 2004, 22:25 »


Offline Cortina Team

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 1298
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Datsun Z series
« Responder #11 em: 21 de Outubro de 2004, 23:15 »
Mais um pouco de história :[upss]



www2.uol.com.br/bestcars/ph/89.htm

O verdadeiro poder da 120Y VAN!!!
sócio nº31

Offline MRS

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 752
  • Liked: 0
  • http://rodasquadradas.blogspot.com
    • Ver Perfil
Re: Datsun Z series
« Responder #12 em: 06 de Janeiro de 2005, 06:57 »
Isto é aquilo que os japoneses chamam de SUBARASHI KRUMA, o que quer dizer carro fantástico.
Este G nose era de facto magnifico e pena foi que tenham sido fabricados tão poucos.Nos EU ainda se arranjam estas transformações mas originais é que já não.
É lindo de morrer!!!!!!!!!!!!!!!!!
MRS


Offline Kaizen

  • Yume no Chikara
  • Administrador
  • Classificados
  • *****
  • Mensagens: 16304
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • AJA
Re: Datsun Z series
« Responder #13 em: 06 de Janeiro de 2005, 07:09 »
Sem duvida, vanguardista mesmo.

 MRS ou peritos em Datsun, a marca na decada de 70 tinha alguma "subsidiária" no que respeita a desporto automóvel e personalizações oficiais da marca?

71 TA22 ST Flat Light - Long term project.
74 TA22 ST
74 KE25 - Tune up project
87 AE86 Levin

Rui Coelho
Associado AJA Nº1

Offline jcsantos

  • Nivel 3
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 1036
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Datsun Z series
« Responder #14 em: 06 de Janeiro de 2005, 07:41 »
A Nismo é, neste momento, a subsdiária da Nissan responsável por "apimentar", quer a nível estético, quer de motores os modelos da Nissan. Para além de dar apoio a nível desportivo.

A fundação da Nismo remonta a 1984, antes dessa data não tenho conhecimento que houvesse alguma divisão especifica para realizar essas tarefas.

Segundo li recentemente, a Nismo vai-se tornar numa espécie de AMG para a Nissan, com uma família de modelos próprios. Já vi rumores que o primeiro modelo a ser lançado na Europa seria um Nissan Micra Nismo. Será verdade???

Para além da Nismo, existe ainda a Autech, que é a empresa da Nissan responsável por fazer modelos especiais, por exemplo Micra's com frentes a relembrar os anos cinquenta, modelos especiais para pessoas com defeciência, carroçarias para os veículos comerciais, etc. Mas esta empresa não mexe nos motores, essa parte é deixada exclusivamente para a Nismo.

João
-----------------------------------------------
1991 Nissan 100 NX 2.0 GTI
2005 Nissan Almera 1.5 dCi Sport
2008 Nissan Qashqai 2.0 dCi Tekna 4x4