Autor Tópico: Tambores a prender  (Lida 1241 vezes)

Offline rpm

  • Nivel 3
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 2640
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • serrapowa.com
Tambores a prender
« em: 10 de Janeiro de 2012, 22:49 »
Olá, alguém sabe se é normal um tambor de travão prender ligeiramente quando se tenta rodá-lo à mão, sem roda instalada? O meu mecânico disse que é normal mas eu fiquei com a sensação de estar a ser enganado/despachado.  ::)

Obrigado!
本田技研工業「夢の力」Associado AJA nº 65

Offline Kaizen

  • Yume no Chikara
  • Administrador
  • Classificados
  • *****
  • Mensagens: 16334
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • AJA
Re: Tambores a prender
« Responder #1 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:05 »
Penso que não, isto é, que é relativamente normal sobretudo se o carro andar pouco.
Rui Coelho
Associado AJA Nº1

Offline Santos Silva

  • Administrador
  • Classificados
  • *****
  • Mensagens: 8281
  • Liked: 1
  • スターレット Power!
    • Ver Perfil
Re: Tambores a prender
« Responder #2 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:09 »
É normal ter alguma prisão. Não fica completamente livre.
As cintas estão bastante justas para que ao carregares no travão atuem de imediato.
Santos Silva
Sócio Fundador nº7

Offline rpm

  • Nivel 3
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 2640
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • serrapowa.com
Re: Tambores a prender
« Responder #3 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:23 »
Obrigado pela explicação. Assim sendo fico mais descansado. O mecânico disse algo semelhante: que o mecanismo se auto-ajusta de maneira a ficar muito justo. O carro perde muita velocidade quando desengatado e pensei que pudesse ser daí, mas se calhar é só falta de peso e aerodinâmica.

Os vossos carros antigos rolam desengatados tão bem como um novo? Com a minha condução um carro que rola bem é muito mais confortável.  :(

É curioso que os tambores do meu Honda rodam livres como um passarinho... :eusa_think:
« Última modificação: 10 de Janeiro de 2012, 23:27 por Rui Meireles »
本田技研工業「夢の力」Associado AJA nº 65

Offline Kaizen

  • Yume no Chikara
  • Administrador
  • Classificados
  • *****
  • Mensagens: 16334
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • AJA
Re: Tambores a prender
« Responder #4 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:27 »
Porque os mecanismos têm mais precisão. Estão mesmo ali mas não tocam :p
Rui Coelho
Associado AJA Nº1

Offline rpm

  • Nivel 3
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 2640
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • serrapowa.com
Re: Tambores a prender
« Responder #5 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:32 »
Isso podes querer, quem está habituado à qualidade Japonesa pensa que é normal. Quando se compara com outros tem-se a verdadeira noção... :)
本田技研工業「夢の力」Associado AJA nº 65

Offline prelude guy

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 3293
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Tambores a prender
« Responder #6 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:36 »
Rui (Meireles), se a prisão for excessiva, o tambor (e a jante) vão aquecer com o andamento. Portanto, fazes 5 kms de AE, pares e vais até junto da roda. Se parecer um forno é porque está mesmo preso.

Mas, é normal roçarem, não tanto pela justeza, mas pelo empenar "normal dos materiais, sejam os calços ou a polia. E assim, prende aos solavancos. Mas, a prisão que se sente à mão não tem qualquer interferência com o peso do carro em andamento. Se numa ligeira descida, destravares e ele deslizar é porque está bem.

Quanto a embalarem menos, isso acontece e tem a ver com o Cx. As turbulências eram muito grandes e agora há muito maior fluidez.
 :thumbsup
Toyota Celica 1973 vs. Honda Prelude 1982
Luís Duarte (Associado AJA #25)

Offline Santos Silva

  • Administrador
  • Classificados
  • *****
  • Mensagens: 8281
  • Liked: 1
  • スターレット Power!
    • Ver Perfil
Re: Tambores a prender
« Responder #7 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:39 »
Sim, os tambores tem mecanismo de auto-ajuste.
Se os tambores e cintas forem novos, é normal que a prisão não se sinta tanto pois os folgas estão todas muito certas. À medida que vai havendo desgaste, vai existindo desacerto e alguma prisão.
Não é normal dar impulso com a mão e ficar a rodar.
Santos Silva
Sócio Fundador nº7

Offline rpm

  • Nivel 3
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 2640
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • serrapowa.com
Re: Tambores a prender
« Responder #8 em: 10 de Janeiro de 2012, 23:54 »
Luís, é isso mesmo, aos "solavancos". Dentro da mesma revolução, prende um pouco depois deixa de prender, depois volta a soltar, etc. A prisão não é exagerada penso, mas sente-se ao tentar rodar à mão.

A diferença de embalo é gritante. Há uma descida em que começo a 90 Km/h e costumo acabar a 120. Neste vejo-me à rasca para chegar lá baixo a 100!
本田技研工業「夢の力」Associado AJA nº 65

Offline Toylex

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 3341
  • Liked: 0
  • 1972 Daihatsu L38V
    • Ver Perfil
Re: Tambores a prender
« Responder #9 em: 11 de Janeiro de 2012, 09:24 »

As m/ viaturas de trabalho, muitas delas ainda têm as cintas de travão à frente e atrás, as Mit. Canter precisam ainda de afinação manual de travões, e para poupar uns trocos, faço esse ajuste com as rodas no ar, e depois além do que o Luís falou, as rodas devem ser afinadas ao máximo até prender, depois aliviar até se sentir solta, é quando tenho alguma dúvida depois na rodagem, num sítio plano deixo o carro quase a querer parar sem ter mudança nenhuma egrenada e dessa forma pode-se sentir fácilmente alguma prisão quando o carro está mesmo, mesmo a querer parar, são excassos centímetros antes de parar que dá para sentir o carro a prender se tiver prisão nos calços, porque em descidas "todos os santos ajudam"

Depois de qualquer afinação manual, é normal que devido ao ajustamento as cintas de travão fiquem mais apertadas contra a polie, isso é corregido com a rodagem e acentamento das cintas através do acentamento dos calços quando há irregularidades, mas esse contacto deve ser mínimo, pois caso contrário prende a roda e vai aquecer, é como meter uns calços novos numa polie com um "calo" de desgaste aceitável para receber os novos calços, vai ter de haver ali um "ligeiro" ajuste com o uso dos travões.



José Manuel Santos - Sócio AJA nº51

Offline rpm

  • Nivel 3
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 2640
  • Liked: 1
    • Ver Perfil
    • serrapowa.com
Re: Tambores a prender
« Responder #10 em: 11 de Janeiro de 2012, 22:17 »
Excelente informação caro José. Obrigado a todos.  :thumbsup
本田技研工業「夢の力」Associado AJA nº 65

Offline prelude guy

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 3293
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Tambores a prender
« Responder #11 em: 11 de Janeiro de 2012, 23:41 »
Isso está tudo muito certo, mas desde os 70 que a maioria dos carros vem com afinação automática. Isto é, à medida que o calço vai desgastando há um afinador que ao abrir um pouco mais passa um trinco à frente, apertando assim os calços. Não sei se deu para perceber  :redface
Este sistema, porém, pode tornar-se um pouco sensível e ficar pouco fiável.

Mas, antigos ou recentes, dão todos para rodar o afinador a partir do exterior do prato.  :thumbsup
Toyota Celica 1973 vs. Honda Prelude 1982
Luís Duarte (Associado AJA #25)

Offline Toylex

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 3341
  • Liked: 0
  • 1972 Daihatsu L38V
    • Ver Perfil
Re: Tambores a prender
« Responder #12 em: 12 de Janeiro de 2012, 09:52 »
É verdade os ligeiros todos (excepcção dos muito antigos) são de afinação automática, eu estava sob-raciocínio na Fuso-Canter FH100 que tenho e até nas Canter FE649 de >1996 que apesar de auto afinação volta e meia temos de lhe dar um ajuste, há modelos da Mitsubishi Canter que numa ida e volta ao Porto +- 400kms têm de ser afinados os travões  :redface
José Manuel Santos - Sócio AJA nº51

Offline prelude guy

  • Nivel 4
  • Classificados
  • *
  • Mensagens: 3293
  • Liked: 0
    • Ver Perfil
Re: Tambores a prender
« Responder #13 em: 12 de Janeiro de 2012, 22:54 »
Mas, antigos ou recentes, dão todos para rodar o afinador a partir do exterior do prato.  :thumbsup

Todos, todos, também não! Ainda hoje estava a arrumar suspensões do Prelude III e não tem janela nos pratos dos tambores  :redface
Toyota Celica 1973 vs. Honda Prelude 1982
Luís Duarte (Associado AJA #25)